Parobé está de volta ao cenário estadual de futsal

Por Rafael da Roza

Parobé de Volta

Parobé é reconhecida no futsal gaúcho como uma cidade que revela jogadores para o cenário nacional e internacional. Signori e Lelê na Itália, Nandinho na França e Luquinhas em Portugal são exemplos disso. Mas Parobé tem algumas situações frustrantes no que se refere a clubes no cenário estadual. Na década de 1990, o Águia do Vale foi uma experiência que resultou no crescimento do número de apaixonados pelo esporte na cidade e na região. Na sequência tivemos o Atlético do Vale, que conquistou a Série Prata em 2012 e encerrou suas atividades. De 2016 à 2019, a APF apareceu como uma grata surpresa e foi vice-campeã da Série Bronze em 16 e campeã da Prata em 17. O sucesso poderia ter sido MUITO maior não fosse a má gestão e o entreguismo do clube. Enquanto o clube teve pessoas sérias e com os pés no chão, p resultado ficou evidente. Com a saída de algumas pessoas e o protagonismo de outras, o resultado foi o encerramento das atividades.

Em 2021, surge uma nova equipe na cidade. A AUP já conta com nomes como os goleiro Alemão e Andrezinho, os fixos Dani Klein e Signroi, os alas Maninho e Gian e o pivô Gui Amaral. Dos nomes envolvidos no projeto, eu destaco Matheus Fernando Moreira, Marcelo Pereira e Luciano Spindler. O clube é filiado a Liga Gaúcha e vai disputar a Liga 3. Que o futsal seja levado a sério pelos seus dirigentes e que o projeto seja sustentável e tenha vida longa. Os torcedores de Parobé merecem isso.

O Vale do Paranhana ganha mais um time

Se Parobé tem uma certa história no futsal gaúcho, a vizinha Taquara busca conquistar esse espaço. Mais um time da região vai disputar uma competição estadual. O EC Lyon Gaúcho vai disputar a Série Prata, competição da Federação Gaúcha e tem como treinador o ex-jogador da Assoeva e da ACBF, Luciano Foques e, Gilmar Grespan, é o diretor de futebol. Gilmar foi um dos responsáveis por montar os elencos da APF em 2016 e 2017 e é um profundo conhecedor do futsal gaúcho.

O Vale do Paranhana está bem representado nas competições estaduais para a temporada que vai se iniciar. Vale ressaltar que são projetos iniciados com a consciência de que não se pode dar o salto maior do que a perna. Se seguirem com esse pensamento, a tendência é que os clubes perdurem e se consolidem no cenário estadual.

 Conversa com Nelsinho Bavier

Na semana passada, fui convidado pelo Luciano para participar de uma entrevista com o Presidente da Liga Gaúcha de Futsal Nelsinho Bavier. Falamos sobre as questões sanitárias para o retorno do futsal e outros assuntos. Confesso que não senti muito otimismo na fala do Presidente quanto a uma aproximação e uma possível união com a Federação, que hoje vive um imbróglio, inclusive judicial.

Seria muito salutar para p futsal do Rio Grande do Sul que houvesse uma união e unificação entre Liga e Federação. O esporte ganharia em credibilidade junto a torcedores e, principalmente, patrocinadores, que hoje ficam sem saber o que vão patrocinar. Afinal, temos diversas competições que se dizem CAMPEONATO GAÚCHO DE FUTSAL. Mas fica aqui o questionamento: quem é o Campeão Gaúcho 2019? E 2020? Aguardemos o desenrolar desse enrosco. Eu não acredito, infelizmente, numa união a curto/médio prazo.

Resenha da Bola Pesada

Vendendo meu peixe, acompanhe nas principais plataformas de Podcast o Resenha da Bola Pesada. O projeto tem como objetivo falar de futsal e promover debates para o crescimento do esporte em todas suas esferas, seja dentro ou fora das quadras. Quem faz esse podcast comigo é o meu parceiro Adão Vilanova, treinador que está hoje na AEU. E claro, tem sempre muita resenha e conversa da boa. Procura a gente lá e escuta o Resenha da Bola Pesada.

Compartilhar Tweetar Encaminhar